Calendário de Eventos

Novembro 2014
D S T Q Q S S
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 1 2 3 4 5 6

 

NÚCLEO DE PESQUISA AVANÇA NOS INTRICADOS CAMINHOS DAS CÉLULAS


Izabel Leão / Jornal da USP


Descobrir e caracterizar os peptídeos – moléculas que resultam da degradação da proteína pelas enzimas – é o trabalho do Núcleo de Apoio à Pesquisa na Interface Proteólise-Sinalização Celular (NAPPS) , sediado no Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP. Segundo o coordenador do núcleo, professor Emer Suavinho Ferro, os peptídeos possuem grande potencial para o desenvolvimento de novos fármacos. “Temos o objetivo de identificar essas moléculas derivadas da degradação de proteínas e encontrar aplicações para elas”, afirma o professor, que é docente do Departamento de Farmacologia do ICB.


Num trabalho que já dura mais de dez anos – e incorporado ao NAPPS, fundado em 2012 –, Ferro e sua equipe descobriram uma centena de peptídeos. Um deles, denominado pep5, apresenta potencial terapêutico contra o câncer. De acordo com o professor, esse peptídeo é capaz de eliminar células através de um mecanismo chamado apoptose (morte celular programada) – o que pode ser útil para combater cerca de uma dúzia de tumores humanos –, ao mesmo tempo em que tem efeitos colaterais insignificantes para as células normais.


Saiba mais




Excesso de iodo na gestação e lactação pode causar hipotireoidismo na prole